25 fevereiro 2009

Carnaval

Detesto Carnaval!

Ok, ok... não sou alguém que goste de usar a palavra "detesto", mas Carnaval há tempos, muitos anos - mais de 20... - deixou de ser uma data que eu ache divertida.

Eu lembro de assistir desfile das escolas de samba em Parati, na casa de amigos dos meus pais, no começo dos anos 80 - eu tinha 6, 7 anos - e lembro dos deliciosos bailes de matinê da minha infância em Itaparica - não a ilha, a barragem no sertão pernambucano - dos quais ainda guardo uma ou outra foto.

Mas hoje em dia... Eu sei que nem sempre é assim, mas pra mim a idéia que fica é de que Carnaval é festa de excessos: excesso de bebidas, excesso de sexo, excesso de drogas... nada positivo! Como disse, sei que nem sempre é assim, mas eu, Sheila, não consigo ter outra impressão.

E esse ano fiquei vendo uns repórteres empolgados cobrindo o Carnaval pelo Brasil e comentei com meu pai: "Já imaginou se esse povo odeia Carnaval e tem que ficar passando empolgação?". Daí pensei que pelo menos essa alegria meu trabalho me dá: quando questionada sobre a "festa de Momo" eu posso simplesmente dizer que não posso dar uma opinião positiva porque, nem de longe, me empolgo com samba - não danço nada, que dirá sambar?! - nem com desfiles no Rio de Janeiro e muito menos com trios elétricos em Salvador.

Eu sei, sou muito chata, né?

4 comentários:

  1. Você não é nada chata, o carnaval que é. Já me passou pela cabeça a mesma coisa que você, os repórteres na maior animação maisnão gostando nem um pouco de caranaval.

    ResponderExcluir
  2. Pois é. Não creio que todos ali gostem da festa.

    Que bom que não sou uma "alien"! rsrs

    ResponderExcluir
  3. Tirou, mais uma vez, palavras de minha boca!

    ResponderExcluir
  4. Pois é, definitivamente não sou a única que sofre no Carnaval! rsrs

    ResponderExcluir