Pular para o conteúdo principal

Achei esta história muito linda!

Mesmo sendo o relato de uma perda que, com certeza, não deixou de ser dolorosa, é impossível não achar linda a história!

Mãe morre e deixa lista com 100 instruções para o marido cuidar dos filhos

(Entre os desejos da britânica, vítima de um câncer de mama, está o conselho para o marido encontrar outra mulher)

Kate Greene morreu aos 37 anos de câncer no seio. Casada desde os 27 com John, teve dois filhos: Finn, 4 anos, e Reef, 6. Entre a descoberta da doença e a morte, tempo que durou 2 anos, ela preparou uma lista com 100 instruções para a criação dos filhos. Estão incluídos itens como uma visita à praia que ela frequentava como criança, uma viagem à Suíça, onde o marido lhe pediu em casamento e o acompanhamento de uma partida internacional de rugby.

A britânica também deixou registrado os princípios básicos que ela quer que sejam passado aos meninos, como por exemplo o tratamento sempre respeitoso dado às futuras namoradas. Ela deseja ainda que os filhos não fumem, evitem andar de moto e não entrem nas Forças Armadas. Para o marido, Kate recomenda que compre uma mesa de jantar grande para que a família possa comer junta, que beije os garotos duas vezes antes de dormir, toda noite. Surpreendentemente, ela pede a John que encontre outra mulher para que os filhos possam crescer sob uma influencia feminina.

O marido contou ao jornal Daily Mail que já colocou algumas coisas em prática: comprou a mesa de jantar e tem planos de levar os meninos para verem uma partida de rugby entre a Inglaterra e a Irlanda em Dublin. “Perder Kate foi devastador, mas, realizando todos os desejos dela, sinto que ainda temos um laço afetivo”, afirmou John.

A luta de Kate contra o câncer começou quando ela e o marido descobriram que o caçula, Reef, na época com 2 anos, tinha a doença. Os médicos deram ao menino apenas 6% de chance de sobrevivência, pois se tratava de um tumor agressivo no abdômen da criança. A quimioterapia intensiva, que foi necessária antes da cirurgia de remoção do tumor, danificou os nervos das pernas de Reef – os especialistas diziam que ele não voltaria a andar. Contudo, para espanto de todos, o menino se recuperou e não teve seqüelas.

Passado os transtornos com caçula, foi a vez de Kate descobrir, em 2008, que ela tinha câncer. Mesmo com 18 meses de quimioterapia era evidente que a doença havia se espalhado por seu corpo.

“No final, eu a minha mulher sabíamos o que ia acontecer. Nos conhecíamos desde os 16 anos, não precisamos dizer uma palavra um para o outro”, disse John ao jornal britânico.

Segundo o marido, Kate demorou 4 horas para elaborar a lista com as instruções do que ele tinha que fazer com os meninos. Nas ultimas semanas dela, a família toda também cumpriu uma séria de desejos da britânica, e entre eles estava o de visitar a Disney, na Flórida. Para John, o mais difícil da lista é encontrar outra mulher. “Eu já havia achado a minha alma gêmea”, disse o homem.

(Retirado da revista Crescer)

Comentários

  1. Olá, estou dando uma passadinha para desejar um ótimo fim de semana e avisar que hoje eu postei um vídeo super importante no blog, então se você puder vê-lo e divulgá-lo, ficarei muito contente!

    Obrigada pela atenção!
    /cupcakerock.blogspot.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Você sabe o que é um "scammer"?

Eu fico tanto tempo sem escrever que, quando volto, fico com vergonha, pode?
Em minha defesa quero dizer que andei muito ocupada e sem nada de interessante pra escrever e que ando visitando os blogs que curto mas NÃO CONSIGO comentar há semanas! Sempre dá erro.
Mas, vamos ao que me motivou voltar a escrever um post. E senta confortável porque a história é longa mas muito séria e importante de ser conhecida.
Vocês já ouviram falar em scammer ou scam?
Scam, traduzindo meia-boca do original inglês, é um golpe, trambique, cambalacho. Scammer é quem o pratica. Na internet os scams mais conhecidos são aqueles golpes que com certeza vocês já conhecem de receber um email dizendo que tem um dinheiro em um banco africano e que você foi escolhido pra ficar com aqueles milhões. Já não recebeu um desses emails?
Mas existe mais um tipo de scam que tem se alastrado e que eu conheci este final de semana, da forma mais dolorosa: quase sendo vítima dele. É o scam romântico.
Se por um lado eu me enverg…

As calcinhas no varal

Hoje lavei minha roupa e, ao estendê-la no varal, fiquei chocada com a "qualidade" de boa parte das calcinhas que ali estavam.

As mulheres que têm entre 30 e 35 anos provavelmente cresceram ouvindo suas mães dizerem para cuidar com a roupa de baixo que usa porque se desmaiar na rua todos verão a calcinha velha, o sutiã com alça encardida - nem é o tema do post, mas quero avisá-las que é verdade! Um ex-colega de faculdade, bombeiro, diz que sim, eles reparam, mesmo nos momentos mais complicados de socorro, se as "moçoilas" estão com calcinha feia! - e falarão que a dona da lingerie é uma porquinha!

Daí hoje, olhando as calcinhas no varal, eu fiquei pensando que ali estavam aquelas calcinhas que normalmente eu usaria só pra dormir. Mas eu não só durmo! Ou seja, eu saí com boa parte delas!!

"Analisando" o varal, lembrei de que eu sempre tentei ser caprichosa com o que vestia por baixo da roupa. Mesmo quando era casada tentava usar lingerie arrumadinha e depois,…

25 em 2013 - Livro 5: Sua resposta vale um bilhão

Eu sinto tanto só agora escrever sobre Sua resposta vale um bilhão que li em fevereiro! Principalmente porque vou deixar muita coisa bacana do livro de fora. Mas gostei tanto que, mesmo assim, vale a pena.
Minha história com o livro é longa. Sou apaixonada pelo filme Quem quer ser um milionário - sobre o qual comentei efusivamente aqui, há 4 anos. Naquela época eu já tinha me interessado pelo livro, primeiro do autor - um diplomata indiano - mesmo correndo o risco de me decepcionar com o filme depois de lê-lo.
Namorei o livro longamente até que encontrei na Estante Virtual - um site que reúne sebos do Brasil inteiro - no comecinho do ano. Paguei R$ 4- sim, quatro reais! - por uma edição praticamente nova.
Quanto à história, muita coisa é diferente do filme - e necessário, se pensarmos na impossibilidade de adaptar um livro inteiro pra 2h de película. Escrevendo isso, o que me vem à cabeça é que, na verdade, o filme é inspirado na idéia central, do menino pobre, criado no mundo e que ganh…