Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

"Para o melhor amigo, o melhor pedaço"

Eu pretendia apenas postar estas fotos tocantes que, infelizmente, não lembro de onde baixei. Mas elas me fizeram lembrar de uma história que ouvi pela primeira vez no Momento Espírita e quero dividir com vocês porque eu a acho muito, muito linda!
Espero que gostem também :)
"Serapião era um velho mendigo que perambulava pelas ruas da cidade. Ao seu lado, o fiel escudeiro, um vira-lata branco e preto que atendia pelo nome de Malhado.
Serapião não pedia dinheiro. Aceitava sempre um pão, uma banana, um pedaço de bolo ou outro alimento qualquer. Quando suas roupas estavam imprestáveis, logo era socorrido por alguma alma caridosa. Mudava a apresentação e era alvo de brincadeiras.
O mendigo era conhecido como um homem bom que perdera a razão, a família, os amigos e até a identidade. Não tomava bebida alcoólica e estava sempre tranquilo, mesmo quando não recebia comida alguma. Dizia sempre que Deus lhe daria um pouco na hora certa e, sempre na hora que precisava, alguém lhe estendia uma …

E a colega me irritou

Hoje perdi a paciência com uma colega.
Normalmente sou uma pessoa que releva a maioria das coisas, tenta entender as coisas ditas, faz de conta que não entendeu... Mas hoje não teve como!
Há anos uma colega minha me deprecia, até contei umas coisas aqui num post de julho do ano passado. Hoje, mais uma vez, ela foi indelicada comigo. Não vou contar a história toda porque é meio longuinha, mas me depreciou. Na frente de uma estagiária. Em tom de brincadeira eu falei que, como sempre, tava lá ela me depreciando. Que ainda bem que eu não tinha problema de auto-estima porque senão teria um problema sério por conta das coisas que ela sempre tá me dizendo. Ainda completei que felizmente eu tava muito feliz com minha vida financeira e sentimental - ok, um exagerosinho, mas ela não precisa saber! - e aí ela disse: "Nossa, mas eu não tô sabendo de novidade...". E aí eu completei que não tinha que ficar falando da minha vida pra todo mundo, que só quem era importante e próximo a mim sabi…

Martha Medeiros

"sou uma mulher mais ou menos abandonada um pouco me dou o direito um pouco aconteceu assim às vezes cansa ser independente hoje me sustente não me deixe me alimente quero alguém para pentear meus cabelos
sou uma mulher mais ou menos maltratada um pouco por descuido um pouco por querer gosto da impressão esfomeada às vezes cansa ser milionária quero sair das páginas dos jornais hoje me adote me faça um carinho deboche me ponha no colo e abotoe minha blusa me faça dormir e sonhar com o mocinho
sou uma mulher mais ou menos alucinada um pouco foi o acaso um pouco é exagero hoje me expulse se irrite me bata diga abracadabra e me faça sumir às vezes cansa ser louca demais mas gosto do medo que sentem de se envolver com uma mulher assim hoje quero alguém mais ou menos apaixonado por mim"
(do livro Poesia reunida, de 1999)
_____ Imagem: Woman by Silecia.

MMMBop

A primeira vez que viu este clipe, meu irmão Taciano achou "a menininha loira" do teclado linda. Foi muuuito difícil convencê-lo de que não era uma menininha e sim um rapazinho...
Acho MMMBop bem nonsense, mas fofíssima, levíssima, gostosíssima! Me lembra uma época bem gostosa da minha vida - menos complicada.

Sobre amar e desamar

Anteontem fiquei horas com uma amiga muito querida ouvindo ela me contar do término de uma relação que, todo mundo de fora via, fazia mal pra ela.
Entre lágrimas e arrependimentos, fiquei pensando por que insistimos em relacionamentos que mais nos fazem mal do que bem? Minha amiga é linda, é interessante, é inteligente... e tava ali, sofrendo por um tipo totalmente o oposto dela!!
Não tô dizendo que gente feia, desinteressante e sem muita inteligência não pode ser amada, mas, o que pode atrair em uma mulher tão especial alguém assim?
A resposta dela pra mim sempre foi "carência". Se sentir sozinha, querer alguém mais parecido com ela mas, entre ficar sozinha e ficar com uma pessoa "errada", ela encontrou qualidades em quem apareceu no seu caminho. Claro que encontrar coisa boa nas pessoas não tem nada demais mas, medo da solidão? Quem não quer encontrar sua cara-metade? Todo mundo quer! Mas... será que, pra não ficarmos sozinhos vale a pena estarmos com alguém que nã…

Vi: A missão

"Com uma orquestra, os jesuítas dominaram todo o continente. Assim os índios Guarani foram finalmente submetidos à eterna misericórdia de Deus e à curta misericórdia dos homens". (Padre Altamirano, em A missão)
A colonização da América Latina inteira - do México ao sul da Argentina - foi absurdamente sangrenta, cruel, vergonhosa. A literatura latino-americana tem vários poemas e histórias que tratam do assunto. No Brasil, praticamente não conheço nada que trate disso, a não relatos como no Mato Grosso, numa cidade onde meu pai morou e que o Rio de Sangue corta a cidade e ganhou esse nome na época que o Mal. Rondon andou por aqueles lados e tornou o rio vermelho com o sangue de índios mortos. E nem faz tanto tempo isso, uns cento e poucos anos!
A região aqui de Foz faz parte atualmente da região onde foram construídas várias missões jesuíticas no século XVIII. Desde Santo Ângelo, no RS, cruzando a província de Misiones na Argentina e o Departamento do Alto Paraná, no Paraguai …

Sobre os mineiros chilenos

Poucas vezes um evento distante de mim me emocionou tanto como o soterramento dos mineiros chilenos no deserto do Atacama e, muito menos vezes ainda, me emocionou tanto acompanhar o final de uma história!
Desde agosto eu assistia o desenvolver da história do salvamento daqueles homens e pedia pra Deus que tudo acabasse da melhor forma possível. Como muita gente, não esperava um final tão "breve"!
Vi o primeiro mineiro sair e chorei com milhares de pessoas ao redor do mundo, quando ele abraçou o filho e sua esposa. Vi outros tantos mineiros saindo e igualmente me emocionei.
Acho que o que nos comprova humanos é a capacidade de nos compadecermos com a dor do próximo. Vendo homens tão distintos saindo de debaixo da terra depois de 69 dias, depois de tanta expectativa, tantos receios, tanta espera, me fez pensar em como seria se fosse meu pai, um irmão ou o homem amado ali, naquele espaço mínimo, isolado. E não tinha como não sofrer com aqueles filhos, esposas, pais...
Como Deus é b…

Um aniversário... y otras cositas

Tanto tempo sem escrever! Nem vou dar desculpa de tempo corrido e blá, blá, blá porque é chato escrever isso e mais chato ainda ter que ler! Vou apenas contas unas cositas e pronto, okie? ;)

***
Ontem foi aniversário da Ellen, uma das pessoas que mais comentam os posts e que faz parte da minoria que  lê o blog e que conheço pessoalmente. O pai dela já foi meu evangelizador, ela foi evangelizanda da minha mãe... Mas ela é pelo menos uns 5, 6 anos mais nova do que eu, o que não nos fez amigas quando morávamos as duas na mesma cidade - sim, porque a moça é "rodada" e, novinha, já tá no pós-doutorado, tendo morado, entre outros lugares, um tempo na Espanha e tá chegando agora do Canadá.

Este post aqui é pra me redimir também porque ontem vi no Orkut que ontem era níver dela logo cedo mas depois "passou", não voltei lá e só hoje cedinho me lembrei. Então quero aqui desejar tudo de melhor do Universo pra Ellen, que Deus continue abençoando-a, acompanhando-a e que ela cont…