19 novembro 2011

Séries: The Big Bang Theory


Quando todo mundo adora uma série e você demora um século para começar a assisti-la...

Na lista de cinema da qual participo no Yahoo!, The Big Bang Theory - que vou chamar de agora em diante de TBBT - tem vários fãs e eu já tinha pego um ou outro episódio na tevê e em uma viagem, mas nunca tinha parado pra acompanhar.

Mas aí, há umas duas semanas, baixei uns episódios da 1ª temporada e me apaixoxei!

A série é focada em quatro nerds e a vizinha linda de dois deles. Diálogos engraçados e surreais e situações idem me conquistaram, mesmo que a quarta temporada e esta atual, a quinta, não sejam tão divertidas como foram as primeiras - que foram, as duas primeiras, simplesmente perfeitas!

Jim Parsons é o hilário Sheldon incrivelmente inteligente mesmo que muitas vezes pareça tapado demais. Ainda dou risada quando dizem que ele é louco e ele responde sério que não é, que sua mãe "o testou" e o resultado foi negativo para loucura.

Leonard - John Galecki - mora com Sheldon e hoje em dia é o mais pegador dos três, tendo inclusive namorado a "mocinha" da história. Muita gente diz que ele é o mais sem-graça e o "escada" da série, que dá a deixa para os outros brilharem. Independente disso ser verdade ou não, gosto dele.

Howard - Simon Helberg - é hilário e um dos responsáveis pelas minhas maiores gargalhadas! Até arranjou uma noiva e deixou de lado suas cantadas podrérrimas, mas ainda diverte muito, principalmente com os diálogos com sua mãe super-protetora - e de quem só conhecemos a voz.

O lindinho do Raj - Kunal Nayyar - é o meu queridinho! Incapaz de falar com qualquer mulher fora de sua família se não beber, são dele os meus momentos preferidos, seja quando paquera toscamente, seja sofrendo por ser sozinho, ou quando brinca com sua própria sexualidade.

E a Penny, a linda Kaley Cuoco, é a garçonete que quer ser atriz e já namorou com o Leonard. O timing dela pra comédia é incrível e suas melhores cenas são com o Jim Parsons.

As participações especiais são ótimas, principalmente das mães de Sheldon e Leonard, mesmo que completamente politicamente incorretas.

Mesmo que a temporada não esteja lá grandes coisas, seguirei vendo porque ainda me arranca risadas e termino de ver cada episódio, levinha, feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário